Paraná Business

9:05 AM Ayleen 1 Comments

Ontem me rendi ao mundo da "moda Paranaense", e compareci ao evento.

Züe
Pastel, só pastel! O desfile da marca tinha um cheiro de fritura no ar. Modinha california, new urban, hippie 2008, adaptada para o interior (ou para as próprias estilistas). Camisetas com policromia; e muitas estampas repetidas. Por falta de opções na coleção, era melhor ter colocado os “mocinhos” sem camisa na passarela (o público iria adorar!!!)O vestido trapézio e o shortinho balonê caíram de para-quedas na coleção e até que salvaram o desfile da destruição total.
Resumo: Coleção cara de pastel, sem edição, sem conceito e com florais para o interior (da casa ou da cidade!)

Ruah

Super Trendy; dourados, skinnys, padronagem xadrez, visual indie, super Londres...mas adaptado ao 3º. Mundo. Certo; até certo ponto. Depois de um começo empolgante, descobrimos o marasmo! Peças que se repetiam sem parar, ela iam e ops...vinham!!O mesmo xadrez, o mesmo outro xadrez, o mesmo top bufante, a mesma camisa masculina, a skinny replay e por favor; o que era aquela bolsinha sacola de presente de shopping???!!!Ela não é bonita e não é uma idéia original, mas se repetia, um look atrás do outro.
Resumo: Edição bem feita, musica repetitiva e suspensórios, porque realmente a coleção precisava de suporte!

O terceiro desfile foi da Thayana Ribas, não tivemos nem coragem de encarar, mas pelos releases que eu li, seguiu o mesmo estilo das anteriores.

Resumo :NINGUÉM MERECE!!
Colaborador: Herickson Laurindo

1 comentários:

Rachel said...

As marcas paranaenses devem ser mais profissionais e investir no marketing...repetir a mesma peça milhares de vezes não ajuda.

Contact Us

Name

Email *

Message *